Sábado, 3 de Fevereiro de 2007

Esperei-te na noite…

Esperei-te na noite…

 Esperei-te na noite de amor desejada
a voz do piano tocava um Chopin...
Alareira acesa numa gargalhada
esperei-te na noite de amor desejada
esperei toda a noite até ser manhã…
 
Sonhei-te nas sombras da casa vazia
toquei violino gemendo no quarto...
Chorei-te no choro de alguém que saía
sonhei-te nas sombras da casa vazia
de mim para sempre…de música farto…
 
       27/01/07
  CarmenZita
   (In Raízes)
sinto-me: Esperei-te na noite…
música: ne me quite pas...Brel
publicado por carmemzita às 20:14

link do post | comentar | favorito
9 comentários:
De MT-Teresa a 4 de Fevereiro de 2007 às 00:19
Bravo..lindissimo

Bjs
De carmemzita a 4 de Fevereiro de 2007 às 00:49
Obrigado amiga MarL
Quem meus poemas "beija minha boca adoça"
Sinto-me docinha!...
Beijos para ti...e que a sorte da Bola de Cristal te proteja!!!
CarmenZita
De Anónimo a 4 de Fevereiro de 2007 às 17:08
Gostei muito
Gosto dessa forma simples como dizes estas coisas
De carmemzita a 4 de Fevereiro de 2007 às 20:45
Obrigado Diniz por teres comentado.
Um abraço
CarmenZita
De Joaquim Sustelo a 4 de Fevereiro de 2007 às 19:32
Um poema lindíssimo.
Parabéns.
Beijo.Sustelo

Uma pena a cor destas letras... A gente nem vê se está a escrever com erros.
De carmemzita a 4 de Fevereiro de 2007 às 20:47
Obrigado Joaquim.
É ve4rdade que se vê mal a cor da letra.
Agradeço o esforço para comentar.
um beijinho
carmenZita
De MT-Teresa a 6 de Fevereiro de 2007 às 13:38
Então amiga

Cadé os outros...? ( estás com preguiça?)

Estou á espera da continuação..ok?

Bom dia para ti
Bjs
Teresa
De Augusto P.Gil a 8 de Fevereiro de 2007 às 00:42
Amiga, vim aqui ao teu cantinho, e agradavel ouvir a voz melodiosa da Mireille cantar canç]oes de amor, enquanto nos aquecemos nesta convidativa lareira, e lemos o teu belo poema. Esperas na noite...Nesta, onde chove, lagrimas do ceu...

Gil
De carmemzita a 11 de Fevereiro de 2007 às 00:46
Amigo Gil
No calor desta fogueira, ao toque do violino e com a chuva a cair lá fora.
Podes beber um café, misturado com as canções de amor da Mireille. E podes crer, que o paraíso não deve andar longe daqui.
Um beijinho
CarmenZita

Comentar post

.mais sobre mim

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.links

.posts recentes

. Sou mulher, e fiz-me ao...

. Contigo

. Ode ao rio Douro

. Que vício!

. Foz do Lisandro

. A Promessa

. Gaivotas do meu País

. A poesia

. Cheires

. Que saudades

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Março 2014

. Dezembro 2012

. Agosto 2012

. Janeiro 2012

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.pesquisar

 

.subscrever feeds