Quinta-feira, 22 de Fevereiro de 2007

Ser Gaivota

 

  

 

         Ser Gaivota

Quem me dera…ser gaivota…
    Para ter asas e voar!
       Voaria sobre a Terra,
           Sobre os montes…sobre a Serra,
               Sobre as arribas…e o mar!...

 
 Chegaria ao Infinito!...
     Lá lançaria… tal grito…
         De dor, de amor… ou de guerra!.?..

     Acordava a humanidade!...
         Que em torpor…e maldade…
              Só quer destruir a Terra!...
 
                      CarmenZita
                 (In Sabores de Amor)
 
sinto-me: desejando voar
música: Barry White---Can't get enougt
publicado por carmemzita às 21:12

link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De Anónimo a 27 de Fevereiro de 2007 às 20:27
Adoro os teus poemas, a tua forma de rimar , e do facto de agarrares em qualquer coisa e levares isso ao extremo da poesia.
Muito bonita a tua arte
De carmemzita a 4 de Março de 2007 às 21:14
Obrigado amigo Diniz pelo comentário...vai aparecendo.
um beijinho
CarmenZita
De Joaquim Sustelo a 5 de Março de 2007 às 13:03
OLá amiga!
Muito bonito este teu poema!
Gostaria de deixar aqui um meu intitulado A GAIVOTA:


_____________________________________


A GAIVOTA


Eu pus um sonho a voar
Nas asas duma gaivota...
Um sonho de liberdade
De paz, amor e carinho;
Num impulso sobre o mar
Ela tomou sua rota
Cheia de força e vontade
De vencer todo o caminho.


Esperei dias, esperei noites
Pelos ventos de mudança...
Mas chegou-me um vento frio
Gélido todos os dias;
Ondas do mar em açoites
Rodopiam numa dança
Batendo no cais vazio
Em alvoradas sombrias.


Talvez a minha gaivota
Tivesse perdido o rumo...
Quem sabe se o sonho voa
Pelas terras de ninguém...
Ou ao lembrar-me em risota
Tenha perdido o aprumo,
Não achando ideia boa
Levar um sonho de alguém.


Talvez tenha sucumbido
Caindo nalguma vaga,
Sem cumprir essa missão
Que eu com afecto pedira;
Talvez não vendo o sentido
Ou achando não ser maga
Largasse o sonho-ilusão
Como mais uma mentira.


Vou ao cais de vez em quando
Como quem inda acredita,
Mas perdendo quase a esperança
De alguma coisa mudar...
De gaivotas vejo um bando,
Vou escolher a mais bonita!
A ver se leva e não cansa,
Este meu sonho a voar.


Joaquim Sustelo
(em OS MEUS CAMINHOS)

De carmemzita a 5 de Março de 2007 às 22:10
Obrigado poeta e amigo Joaquim Sustelo!
Fiquei verdadeiramente sensibilisada com esta surpresa.
Um beijinho
CarmenZita

Comentar post

.mais sobre mim

.Quem vem lá????

online

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Relógio

0000rawp
   

.links

.A minha musica

.posts recentes

. Sou mulher, e fiz-me ao...

. Contigo

. Ode ao rio Douro

. Que vício!

. Foz do Lisandro

. A Promessa

. Gaivotas do meu País

. A poesia

. Cheires

. Que saudades

.Nomeação da Amiga Vivências

.tags

. todas as tags

.As Minhas Visitas

Circuit City Coupons
Circuit City Coupons

.arquivos

. Março 2014

. Dezembro 2012

. Agosto 2012

. Janeiro 2012

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.pesquisar

 

.Eu apoio a Raríssimas

.subscrever feeds